Capitão do Barco do Amor morre aos 90 anos

132

Gavin MacLeod, conhecido pela sua interpretação como capitão Merrill Stubing na série “O Barco do Amor” (‘The Love Boat’) morreu hoje aos 90 anos, anunciou o seu sobrinho, Mark See.

MacLeod tinha tido problemas de saúde recentemente, embora a causa da sua morte não tenha sido revelada.

Conhecido pelos fãs da série pela careca e grande sorriso, Gavin MacLeod esteve no anonimato por mais de uma década, aparecendo em dezenas de programas de televisão e em vários filmes antes de conseguir o seu papel em “Mary Tyler Moore Show”, em 1970.

Inicialmente fez testes para ser o chefe de televisão de Moore, Lou Grant, papel que foi para Ed Asner, acabando por interpretar o papel de líder da redação.

“The Mary Tyler Moore Show” foi um sucesso desde o início e continua a ser um clássico das comédias.

Posteriormente, MacLeod entrou em “The Love Boat”, uma comédia romântica passada num navio de cruzeiros.

Embora desprezada pelos críticos, a série tornou-se imensamente popular, durante 11 temporadas.

A sua personalidade alegre na tela contrastava com a sua vida privada. Em 2013, nas suas memórias “This is your captain speaking” (“Este é o vosso capitão a falar”), Gavin McLeoad reconheceu a sua luta contra o alcoolismo nas décadas de 1960 e 1970. Também relatou que ter perdido o cabelo muito cedo tornou-lhe difícil encontrar trabalho como ator.

“Percorri a cidade inteira à procura de um agente, mas nenhum estava interessado em representar um jovem careca”, escreveu.

“Eu sabia o que tinha de fazer. Precisava de comprar uma peruca”, o que lhe mudou a sorte “muito rapidamente”.

Já durante a meia idade, McLeod deixou de precisar da peruca.

MacLeod, nascido Allan See, tirou o seu primeiro nome de um filme francês e o último de um professor de teatro do Ithaca College, em Nova Iorque, que o encorajou a seguir a carreira de ator.

MacLeod teve quatro filhos da sua primeira mulher, Joan Rootvik, de quem se divorciou em 1972. Era filho de um alcoólico e os seus problemas com a bebida levaram-no a um segundo divórcio, com Patti Steele.

Depois de ter deixado de beber, McLeod e Steele casaram-se novamente em 1985.

Posteriormente, o casal apresentou um programa de rádio cristão chamado “Back on course: a ministry for marriages” [De volta ao curso: um ministério para os casamentos”].

ALU // LFS

Lusa/Fim